Ondas do Cárcere…

O pasado venres 9 de Novembro saiu ao ár o primeiro programa de “Ondas do Cárcere” que as xentes da Plataforma vamos a emitir cada dous venres de 21 a 22h na CuacFM 103.4FM.

“Ondas do Cárcere” pretende ser un espazo mais de inter-comunica-acción onde toda a cidadanía podamos aportar ideas, experiencias e coñecimentos cara a recuperación do antigo cárcere da Torre para uso público.

Este primeiro programa foi adicado musicalmente á Liberdade. Nel presentámonos e presentamos ao Proxecto coa colaboración especial de Pepe Lado, que está nesta iniciativa desde o minuto 1 e cada día que pasa con mais ánimos e forza, se que iso é posibel.

Aqui podedes escoitar a grabación desta semana para as e os que non puidéstedes escoitala en directo.

 

A próxima cita será o venres 23 de Novembro e terá como tema a tratar o espazo físico do cárcere. Ese edificio abandonado polas administracións pero que move, como se foxe maxia, a tanta xente diferente á súa volta.

Se queres participar ou enviar suxerencias escrebe a proxectocarcere@gmail.com

Liberdade 

Ai que prazer
Não cumprir um dever,
Ter um livro para ler
E não fazer!
Ler é maçada,
Estudar é nada.
Sol doira
Sem literatura
O rio corre, bem ou mal,
Sem edição original.
E a brisa, essa,
De tão naturalmente matinal,
Como o tempo não tem pressa…

Livros são papéis pintados com tinta.
Estudar é uma coisa em que está indistinta
A distinção entre nada e coisa nenhuma.

Quanto é melhor, quanto há bruma,
Esperar por D.Sebastião,
Quer venha ou não!

Grande é a poesia, a bondade e as danças…
Mas o melhor do mundo são as crianças,

Flores, música, o luar, e o sol, que peca
Só quando, em vez de criar, seca.

Mais que isto
É Jesus Cristo,
Que não sabia nada de finanças
Nem consta que tivesse biblioteca…

Fernando Pessoa, en “Cancioneiro”

 

 

Esta entrada foi publicada en Sen clasificar. Garda a ligazón permanente.